Pesquisar Apaes

Você deseja ir para qual instituição Apae? Clique nas setas para visualizar as opções.

Estado

Unidade

APAE BELÉM ENCERRA SEMANA NACIONAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL E MÚLTIPLA

A Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Belém, encerrou as atividades em alusão à Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla. No período de 21 a 28 de agosto, várias palestras, oficinas e bate papo fizeram parte da programação.  O encerramento contou com a palestra da Promotora de Justiça de Pessoas com Deficiência, Idosos e Acidentes de Trabalho do MPPA, Elaine Carvalho Castelo Branco, que apresentou o “De mãos dadas: visibilidade para todos e todas”.

“Estamos reunidos em um momento muito especial. Espaços como estes, em que a gente debate a inclusão das pessoas com deficiência, precisam acontecer com mais frequência. Temos que valorizar isso, vamos deixar de debater de forma isolada. As entidades que levantam a bandeira dessa causa, precisam está cada vez mais unidas, está no local certo, onde as coisas acontecem e, a partir daí, vamos contribuir na vida dessas pessoas. A APAE é referência e realiza um trabalho de excelência em que se propõe, por isso fico lisonjeada em participar de um momento como este. Muito obrigada”, declarou a promotora Elaine Castelo Branco.

Para o presidente da APAE Belém, Emanoel O’ de Almeida Filho, a Semana Nacional é um importante meio para debater sobre as pessoas com deficiência. “Em primeiro lugar, quero agradecer a Promotora Elaine Castelo Branco pela presença, ressaltar a relevância de um encontro como esse. É importantíssimo que gente possa sentar e analisar o trabalho que estamos desenvolvendo para as pessoas com deficiência. Nós queremos que a sociedade se engaje cada vez mais e a Semana Nacional tá aí pra isso, pra gente abrir debates relevantes e que de alguma forma, mude a vida dessas pessoas. Essa luta é de todos nós”, pontou o presidente.

Além de pais e responsáveis, alunos e funcionários, as atividades da Semana Nacional foram abertas ao público externo. Professora do Centro Educacional Mosaico, Vitória Tavares esteve presente no ciclo de palestras da Semana Nacional. A educadora ressalta o que a motivou participar dos eventos. “Eu tenho um aluno que é autista, então eu precisava entender, precisa aprender e compreender como lidar como uma criança que possui o Transtorno do Espectro Autista. Eu não aprendi apenas sobre o autismo, eu aprendi o companheirismo, o amor, o afeto. Só tenho a agradecer a APAE, por ter dado a oportunidade de aprender um pouco mais”, disse a professora.

CICLO DE PALESTRAS

Durante a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla, várias palestras foram programadas. Como por exemplo, a violência sofrida pelas pessoas com deficiência; atuação do terapeuta ocupacional junto às crianças com deficiência; a importância do cuidador; doenças raras e cuidados paliativos; sexualidade; o processo de Curatela e Tomada de Decisão Apoiada; conversa com familiares e usuários sobre direitos e deveres das pessoas com deficiência.

MOSTRA CULTURAL

Além dos ciclos de palestras, a APAE de Belém, promoveu uma Mostra Cultura denominada “Revivendo Espetáculos Apaeanos”. A mostra contou com apresentações de música, teatro e dança. Os usuários da APAE, apresentaram espetáculos como: Piratas do Caribe, Baú da Morte; Nós somos da mesma aldeia; Batuque, baseado na obra de Bruno de Menezes; grupo de Carimbó e a Lenda do Açaí, apresentação que foi premiada nacionalmente, no Festival Nossa Arte, da APAE Brasil. A Mostra contou, ainda, com convidados, como o Grupo Viver com Alegria, apresentação das mães dos alunos da instituição e aluna da APAE Belém, Carolina Nóbega, com o Projeto Muito Além dos Botões.

FORMAÇÃO CONTINUADA

Em parceria com a SEDUC, a APAE Belém promoveu, para professora e técnicos pedagógicos da USE 04, formação continuada integrada “Conhecendo e refletindo sobre Práticas Inclusivas”. O encontro tem como objetivo, primar pelo processo de inclusão do aluno que realiza o processo escolar e do atendimento educacional especializado.

A APAE Belém ofertou diversas oficinas voltadas à melhoria do atendimento a esses alunos com deficiências. As oficinas foram dividas de acordo com os programas desenvolvidos na Instituição, como: Programa de Facilitação e Estimulação nas Áreas Psicomotoras – Estimulação Precoce (0 a 3 anos); Programa de Atendimento Educacional Especializado – Facilitação do Desenvolvimento Infantil (4 a 5 anos); Programa de Atendimento Educacional Especializado – Competência e Habilidades Educacionais (6 a 9 anos); Programa de Atendimento Educacional Especializado – Competência e Habilidades Educacionais (10 a 13 anos); Programa de Atendimento Educacional Especializado – Competência e Habilidades Educacionais (14 a 17 anos); Programa de Atenção à Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla – Jovem (18 a 22 anos); Programa de Atenção à Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla – Adulto (23 a 29 anos); Programa de Atenção à Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla – Envelhecimento (A partir de 30 anos) E Programa de Atenção à Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla – Apoio Permanente (Faixa etária diversa) e Educação Física Adaptada – Estratégias de Inclusão.

 

Endereço:
Av. Generalíssimo Deodoro,413 • Belém • PA
E-mail:
belem@apaepa.org.br
Telefone:
(91) 32411644